22 de outubro de 2021 - 04:55

Cidades

24 DIAS INTERNADO 08/10/2021 08:19

Homem morre em hospital após namorado incendiar casa durante discussão

Fernando Francisco das Neves Oliveira, 31, morreu na madrugada de quinta-feira (7), no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) após mais de 20 dias internado com 60% do corpo queimado. Os ferimentos foram causados pelo namorado da vítima, que ateou fogo na casa em que eles estavam após uma briga. Fernando se trancou no quarto e só saiu quando percebeu que a casa estava em chamas.

O crime ocorreu no dia 13 de setembro por volta das 17h. Polícia foi acionada pela equipe médica do Posto de Saúde da Família (PSF) de Novo Mundo (785 km ao Norte de Cuiabá) informando que um homem deu entrada com queimaduras pelo corpo e que aconteceram de maneira criminosa.

 

Consciente, naquele dia a vítima relatou aos policiais que tinha um relacionamento conturbado com o namorado, mas que eles moravam juntos em uma casa da cidade. Antes do crime, o homem teria o mandado ir embora de casa.

 

Eles tiveram uma discussão e a vítima foi para o quarto, onde se trancou. Relatou ainda que o suspeito afirmou que se “ele não sair bom bem, vai sair por mal”. Em seguida, ateou fogo na casa com a vítima trancada no cômodo.

 

Ao perceber que a casa estava em chamas, a vítima se enrolou em um colchão para tentar se proteger e saiu do local. Porém, Fernando ficou gravemente ferido. As queimaduras atingiram 60% do seu corpo, informou a equipe médica de plantão no PSF.

 

Devido à gravidade, ele precisou ser transferido para o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo com lesões na cabeça, tronco, membros interiores e superiores. De lá, foi levado ainda para o hospital de Colíder e só depois transferido para o HMC.

 

Morte

Delegacia de Homicídios foi acionada no dia 7, por volta das 3h, para liberação do corpo de Fernando. Após 24 dias internado, ele não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo após uma parada cardiorrespiratória. Fernando era natural de Mato Grosso do Sul, mas morava há anos em Mato Grosso.

 

Já o suspeito fugiu após o crime e não foi localizado. Ele foi identificado como Diogo Evans Barreto, 40 anos. O caso será encaminhado para a delegacia regional e Diogo vai responder por homicídio doloso.


Copyright  - Nobres Noticias  - Todos os direitos reservados

Plantão
65 99217-1615 

Canto da tha  1