Turismo consolida ações, destrava projetos e regulariza Conselho em 2017, diz secretário

Fonte: Elisângela Neponuceno-Nobres Noticias

O secretário municipal de Turismo e Cultura de Nobres, Daniel Martins disse durante entrevista exclusiva ao Nobres Noticias, que todas deliberações apresentadas na última reunião do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), foram aprovadas.
A criação do portal turístico do município e a viagem técnica para Alta Floresta estão entre as primeiras ações que serão efetivadas após a regulamentação do CNPJ do Fundo do Turismo, que vai receber do município os recursos arrecadados por meio da cobrança do voucher único na cidade, os valores estavam em uma conta da prefeitura aguardando a criação e legalização do órgão que fará a gestão.
O Sebrae levantou através de consultoria todos os dados necessários para apresentação dos produtos oferecidos pelo trade, para elaboração do site, o trabalho foi realizado nos últimos 11 meses.
“Foram inúmeras reuniões, muitos debates e hoje podemos dizer que tivemos muitas conquistas em 2017”, lembrou.
Apresentação de contratos e convênios com o Sebrae, aprovação de dotação orçamentária para o Comtur em 2018, o registro do CNPJ do Conselho e sua efetiva homologação como entidade constituída de fato e de direito, elaboração do plano de trabalho para 2018 e aprovação do projeto para reestruturação do Parque Estadual da Lagoa Azul.
O Turismo foi levado à sério pelo gestor que por determinação do prefeito Leocir Hanel (PSDB), reativou convênios e refez projetos que já estavam parados há mais de dois anos, como a sinalização turística bilíngue que foi entregue no inicio deste mês.
Outra ação de significativa importância foi o registro do Comtur, que até então não existia juridicamente, emperrando assim até mesmo a liberação dos recursos do Fundo arrecadado através do Voucher.
Para ampliar a oferta de atrativos que em vários períodos do ano, não conseguem atender a demanda, novos pontos estão sendo  preparados pela equipe da secretaria, Sebrae e empresários que já avançaram nos projetos.
A reabertura da Cachoeira do Tombador e pontos na comunidade Sela Dourada avançaram em passos largos.
Em menos de um ano, o setor destravou e fortaleceu o Conselho, preparando o terreno para novas ações no próximo ano.
A administração aguarda ainda para 2018, a abertura da Lagoa Azul, que depende exclusivamente de autorização do Incra que fará a doação definitiva da área para o Estado.



Comentários