Vereador critica qualidade da água em Nobres; engenheiro rebate e questiona parlamentar

Fonte: Elisângela Neponuceno-Nobres Noticias

O vereador por Nobres Rogério Frazão  (PSB), fez um alerta durante a última sessão ordinária sobre as patologias manifestadas  em crianças e adolescentes, que receberam atendimento médico nas unidades de saúde do município.
Para Rogério, muitas crianças foram internadas ao passarem mal e como profissional da Saúde, procurou informações que apontaram o alto índice de cloro colocado na água.
 Rogério criticou a Empresa de Saneamento Básico de Nobres (ESAN), pela falta de critérios para aplicação do produto na agua tratada nas estações de tratamento da companhia.
“ A água está com um gosto insuportável, um cheiro horrível, e temos um alto índice de internação de crianças com problemas estomacais ocasionados pela ingestão da agua”, disparou.

Outro lado
O engenheiro sanitarista Linderberg Rodrigues, disse em entrevista ao Nobres Noticias que a Esan atende todos os padrões exigidos pelo Ministério da Saúde que através da portaria 2914/MS, estabelece os critérios necessários para o fornecimento de água.
A Vigilância Sanitária faz analises regulares para comprovar se os valores apontados pela Esan correspondem com os apontados pela companhia.

“Nos temos muita tranquilidade em dizer que estamos tratando a água de Nobres dentro do padrão, os elementos bacteriológicos, microbiológicos e físico-químicos apresentados no liquido entregue pela Esan estão dentro dos parâmetros”, lembrou.

Segundo Lindemberg, a resolução Conama 357 que dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes classifica a  qualidade da agua bruta do Rio Nobres como água doce de classe 2, porque ela tem sim presença de sais, a concentração de minerais no lençol freático  é bem maior que em outros locais.



Questionado sobre as ponderações do vereador, o engenheiro rebateu. “Importante sempre conhecer antes de criticar, será que o vereador procurou a Vigilância Sanitária para averiguar os índices de qualidade, investigou se a Esan tem alguma notificação do escritório Regional de Saúde de Diamantino e se a Secretaria de Meio Ambiente aprova as condições de utilização da  agua de Nobres?”, retrucou.



Comentários